No Curso de Engenharia Biomédica, a Tecnologia ensina e cuida da saúde

Alunos de Engenharia Biomédica têm aulas práticas com software usado pelos neurocirgiões em hospitais

O Curso de Engenharia Biomédica investe em recursos tecnológicos para oferecer uma experiência de aprendizado ativo e prático aos alunos. Entre as inovações estão: uma plataforma educacional on-line, a nova disciplina de programação e um software de neuronavegação, soluções que transformaram as relações aluno-professor, teoria e prática durante as aulas.
Fisiologia humana on-line.  Por meio de uma plataforma educacional da empresa parceira ADInstruments, os estudantes aprendem Fisiologia com um conteúdo completo, interagem em sala de aula pelo celular, com acompanhamento dos acessos e do grau de acerto dos exercícios – tudo em tempo real. A Professora Elisa Rennó afirma que após a implantação da plataforma cedida pela ADI, o interesse da turma se multiplicou e a aula ficou mais dinâmica, com retorno do aprendizado conferido nas notas.

Por dentro do cérebro das máquinas. Também foi integrada ao currículo da graduação a disciplina de Programação com linguagem Java, específica para os complexos equipamentos de diagnóstico e tratamento de saúde. “O mercado de desenvolvimento de software, hoje, exige que o aluno tenha conhecimento da programação orientada a objetos, que abre portas para criação de aplicativos, aplicações web e qualquer software de alto nível. Ao absorver essa disciplina, o curso potencializa ainda mais a criação de softwares automatizados para serem aplicados na área da biomédica” destaca o Professor Renzo Mesquita que ministra as aulas.

E por dentro do cérebro humano. Entre as inovações está uma simulação de neuronavegação no crânio humano, que auxilia os médicos nas delicadas cirurgias neurológicas. As aulas práticas com o Software da BrainLab, que cedeu o direito de utilização ao Inatel, oferecem aos alunos uma experiência real com a tecnologia que encontrarão nos hospitais depois de formados.

De acordo com o coordenador do Curso de Engenharia Biomédica, Fabiano Valias, esses investimentos otimizam o aprendizado, mas principalmente, criam um diferencial para os alunos no mercado de trabalho, com colocações profissionais de destaque devido ao conhecimento prático que adquirem no Inatel.A Professora Elisa em sala com os alunos: o ritmo das aulas ficou muito mais dinâmico

Ascom Inatel e fotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *