Novo Laboratório de Robótica, um espaço de pesquisa, aprendizado, interação e conquistas

Os coordenadores dos Cursos de Engenharia de Controle e Automação, os alunos da Equipe Robotbulls e o Diretor Carlos Nazareth se reuniram para celebrar a completa revitalização do espaço para pesquisas em robótica e automação do Inatel, na quinta-feira, 01 de agosto. Agora maior, com design atrativo e adequado para o desenvolvimento das tecnologias que são utilizadas em competições por todo o Brasil, o laboratório ganhou novas arenas e tamanho suficiente para receber os integrantes do time de robótica.

A iniciativa partiu da própria equipe que no começo, há seis anos atrás, tinha apenas seis participantes. Hoje já são 30 alunos e nove categorias disputadas. Além de mais espaço para atender todos os pesquisadores, o objetivo do investimento é profissionalizar os trabalhos de robótica do Instituto, que em 2019 reuniu 400 competidores para a terceira maior competição nacional do segmento, realizada em Santa Rita do Sapucaí.

“O Inatel já é referência em algumas categorias nas Guerras de Robôs, por isso era preciso ter uma estrutura compatível com as competições, com arenas nos mesmos padrões das disputas. Nossa equipe tem várias conquistas em escala nacional e realmente é o que se espera da nossa marca: robôs com condições de obter vitórias em todas as categorias, para competir com as maiores universidades do Brasil” declara Wanderson Saldanha, um dos coordenadores da Equipe Robotbulls.

Além do visual, o Laboratório foi dividido de maneira mais inteligente para aproveitar melhor o espaço de cada categoria. Cada uma, entre as 11 em que o Inatel compete terá um espaço dedicado para trabalhar nos projetos, com um grande ganho em organização para todos que utilizam o espaço.

Segundo Alexandre Baratella, Coordenador do Curso de Engenharia de Controle e Automação, a equipe de robótica do Inatel ainda é recente, mas cresceu exponencialmente. “As conquistas que este time conseguiu neste curto período o colocou entre os primeiros do país”.

Baratella lembra ainda que todos os alunos do Instituto, de qualquer curso, são bem-vindos e têm a oportunidade de fazer parte da equipe, “primeiro os calouros passam pela disciplina de Introdução à Engenharia, onde acontece uma competição inicial de Lego e todos os semestres são abertos editais para seleção do time, basta os interessados se inscreverem”.

O aluno do segundo período de Engenharia de Controle e Automação, João Victor de Oliveira, afirma que a robótica foi crucial para sua escolha pelo Inatel e já no primeiro período teve a chance de participar da Iron Cup 2019, o que foi muito empolgante.

O time também conta com uma significativa representação feminina. As amigas, que também integraram o time neste ano, Letícia Calixto e Andressa Braga concordam ao dizer que exercem muita criatividade ao desenvolverem os trabalhos no laboratório, que a acolhida e o ambiente são muitos amistosos e que todos aqueles que têm vontade deveriam tentar entrar para equipe.

O Laboratório de Robótica fica no Prédio II, no segundo andar. O acesso é limitado, devido aos equipamentos e segurança, mas para conhecer o espaço, basta entrar em contato com os integrantes do Time Robotbulls ou os coordenadores da equipe.

Ascom Inatel e foto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *