Inatel é parceiro em lançamento de Rede de NB-IoT em Santa Rita

A cidade é a primeira da América Latina a receber esta tecnologia que possibilita a criação e o desenvolvimento de soluções voltadas para smart cities.

Imagine uma cidade conectada em aplicações simples e que podem facilitar o dia a dia da população ou de uma empresa. O Inatel foi um dos protagonistas em uma iniciativa realizada em parceria com a TIM e Ericsson, para o desenvolvimento de soluções em Internet das Coisas para cidades inteligentes com base em soluções móveis. A instituição recebeu em junho o lançamento da rede da TIM NB-IoT (Narrow Band em Internet das Coisas), que utiliza a rede 4G da operadora.

Com esta ação conjunta, a cidade de Santa Rita do Sapucaí foi a primeira da América Latina a contar com esta tecnologia que une serviços, melhora a gestão e conecta equipamentos. Em parceria com a prefeitura do município e com a colaboração dos secretários municipais foram levantadas pela instituição as principais demandas nas quais a tecnologia poderá ser aplicada em benefício do funcionamento da gestão pública, como na saúde, educação, obras e demais pastas públicas. Para o empresariado da cidade, o Inatel também recebe as propostas de parcerias para o projeto, na qual também se inclui o Smart Campus da instituição – este que foi apresentado durante o lançamento da nova rede utilizando as soluções da tecnologia NB-IoT, no laboratório de IoT da instituição.

“Entregamos o primeiro passo dessa caminhada, que vai gerar não só para Santa Rita do Sapucaí, mas para outros municípios do país outro patamar de desenvolvimento. O IoT será a base da sociedade nos próximos anos e o NB-IoT e as suas ferramentas irão ajudar o Brasil a se desenvolver”, comentou o diretor de inovação e tecnologia da TIM, Silmar Palmeira durante o lançamento.

“A rede vai fortalecer o ecossistema de pesquisa, desenvolvimento e inovação do Inatel na área de IoT, contribuindo com as pesquisas realizadas pelos alunos de nossos cursos de Graduação e Mestrado e possibilitando que diversas aplicações e novos serviços possam ser implantados em nosso campus e em nossa cidade”, afirma o Diretor do Inatel, professor Marcelo de Oliveira Marques. Todas as interações sobre os projetos acontecem na plataforma IoT Accelerator, solução em nuvem da Ericsson.

O ex-aluno do Inatel e CTO da Ericsson Leandro Nobre, durante o lançamento da rede, disse sobre a importância do apoio das startups e das empresas no desenvolvimento dessas aplicações, já que elas irão consumir essas informações consideradas pelos sensores e dispositivos. “É o início do desenvolvimento das cidades inteligentes, porém olhamos mais a frente e a participação da comunidade e das empresas é essencial para desenvolvemos esse ecossistema”.

Com duração prevista de dois anos, além de 40 especialistas do Inatel, entre pesquisadores e doutores, a parceria permite também que se estude mais o desenvolvimento do IoT Móvel no Brasil. Essa tecnologia, que é considerada um elemento-chave para o desenvolvimento do 5G, pode ser utilizada também no rastreamento de ativos industriais e em monitoramento de segurança.

O acordo de parceria faz parte do programa de Open Innovation da TIM e prevê uma série de ações e pesquisas, com a finalidade de desenvolvimento de serviços inovadores e o aperfeiçoamento de soluções.

Para reforçar a importância do debate sobre o assunto, foi realizado um painel sobre a construção das cidades inteligentes. A ação recebeu o Prefeito de Santa Rita do Sapucaí, Wander Wilson Chaves; o diretor de inovação e desenvolvimento da TIM Brasil, Janílson Bezerra; o diretor de IoT da Ericsson Brasil, Alberto Rodrigues; o pesquisador da área de IoT do Inatel, profº Joel Rodrigues e o consultor da Pixel, engº Leonardo Ulhoa. O debate foi mediado pelo gerente da área de desenvolvimento de negócios do Inatel, Leandro Guerzoni.

Ascom Inatel e fotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *