Santa Rita no Ano 2000

Editado em 9 de fevereiro de 1969    –   Nº  30

Diziam-se outro dia: o destino de Sant Rita está intimamente ligado às escolas que existem, e às que serão nestes próximos anos.

Sim, parece essas pessoas estão cheias de razões, mas particularmente acho que Santa Rita  terá que agora planejar, em esforço conjunto, a  implantação de grandes industrias.

Continue lendo “Santa Rita no Ano 2000”

Môrro do Esguicho Jorra Sangue!

Editado em 18 de agosto de 1968 Nº  06

Tragédia Abala o Môrro!

No dia 14 dêste, a cidade ficou traumatizada ao se noticiar uma tragédia ocorrido no môrro do Esguinho, por motivos passionais.

De acôrdo com o que  nos disse o Comandante do Destacamento local, Sargento Cyd, sangue aos borbotões esparramou  quando Benedito de Souza, após, atirar em sua amásia, suicidou, talvez apavorado pelo que havia feito, talvez tomado de loucura.

Continue lendo “Môrro do Esguicho Jorra Sangue!”

Disco Voador visto em Santa Rita

Editado em 29 de novembro de 1970 Nº 114

Na Fazenda Bela Vista  (ou melhor Fazenda do Alto) o administrador da fazenda logo depois do jantar, às 19:30hs. Minutos foi surpreendido por um farol que vinha do alto e iluminavaa o terreiro de café à sua frente. Olhando para cima pôde notar um disco com mais ou menos 3m de diâmetro com uma saliência embaixo donde jorrava um poderoso fóco de luz.

Continue lendo “Disco Voador visto em Santa Rita”

Assinatura do Convênio no INATEL

Editado em 21 de setembro de 1969 Nº 59

No dia 19 último, no auditório do INATEL teve lugar uma solenidade para a assinatura de um convênio entre a Ericsson do Brasil e essa entidade, que consiste na concessão de uma bolsa de estudos a engenheiro do ramo de telecomunicações, com estágio nos estabelecimentos da Suécia e aperfeiçoamento em equipamentos Ericsson do Brasil S.A.

Continue lendo “Assinatura do Convênio no INATEL”

Policia precisa urgente de viatura!

Editado em 21 de  julho de 1968   Nº  002

Afirmando que na grande maioria dos casos a Polícia não pode exercer a sua função primordial, que é impedir em prática de fatos delituosos, o Delegado de Polícia, Bel. Yan Pereira Sobral, salientou em entrevista  especial ao “O CORREIO”, que a ação policial na cidade é bastante dificultada pela falta  de uma viatura.

Disse o Dr. Yan a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais, não possui meios de oferecer as Delegacias do interior, que não sejam regionais, as viaturas necessárias. Abordando os problemas criados pela falta de viatura, disse-nos que a prisão de um marginal é sempre espetacular degradante para a sociedade, principalmente quando o delinquente revolve resistir à prisão, e entra em luta corporal com os

Continue lendo “Policia precisa urgente de viatura!”

Faculdade de Administração de Emprêsas Bilac Pinto

Editado em 12 de janeiro de 1968

O grande sonho de um grupo de professores da Escola Técnica de Comércio nasceu da realização, nesta cidade, do curso de Assistente de Administração aqui ministrado no ano passado.

O Educandário Santarritense nomeou uma comissão para o estudo da possibilidade, ficando ela assim constituída: Professôres:  Antônio Américo Junqueira, Antônio Teixeira dos Santos, Francisco Ribeiro de Magalhães, João Cellet e o Revmo. Pe. José Carneiro Pinto.

Os primeiros passos foram dados no início do ano passado, quando um pedido foi formulado ao Conselho Federal de Educação.

Continue lendo “Faculdade de Administração de Emprêsas Bilac Pinto”

Policia captura Linguiça

Edita em 18 de maio de 1969

Eram 2 horas da manhã do dia 11 quando três sentenciados evadiram-se da cadeia local, serrando  uma das janelas da cela. Notada a falta dos prisioneiros, o sargento Cyd Fernandes e o Delegado Mauro Nogueira, imediatamente esquematizaram um plano de captura. Todas as saídas da cidade foram cercadas e todas as D.Ps da região informadas da sensacional dos marginais. Com toda a policia mobilizada iniciou-se a operação captura, tendo os policiais fechado o cerco numa vasta área da região.  Toda a madrugada do dia 12 os policiais estiveram em franca atividade para capturar os três foragidos: Linguiça, Paulino e Careaçu. O plano do delegado Mauro Nogueira e do sargento Cyd Fernandes foram seguidos à risca, sem, contudo, lograrem capturar os foragidos.

A captura de Linguiça deu-se às 15 horas do dia 14. Linguiça apareceu tranquilamente na cidade, atravessando a praça principal, passou pelos bares e cumprimentou os conhecidos, indo em direção a casa de sua amásia.

Continue lendo “Policia captura Linguiça”

O PERIGO DOS REMÉDIOS GUARDADOS

Editado em 13 de julho de 1969, da edição 49

As reações espetaculares e sempre imprevisíveis do organismo infantil constituem fenômeno que to­do pediatra se acostumou a observar. Um fenômeno salutar — seja dito de passagem — que explica gran­de número de sucessos rápidos e contribui para transformar, em pouco tempo, a angústia em alívio, a agitação em serenidade. Que permite comprovar, ve­zes sem contar, o desaparecimento pronto de um pro­cesso febril aparentemente grave, logo após as pri­meiras doses do medicamento.

Continue lendo “O PERIGO DOS REMÉDIOS GUARDADOS”

PEDÁGIO, quem vai ganhar é você

Editado em 11 de janeiro de 1970 edição Nº 73 pagina 02

Era uma vez um grande país de poucas estradas e verbas modestas para a ampliação da rede e conservação da existente.

Um dia, o Governo do país decidiu construir novas vias e levá-lo ao desenvolvimento. Enquanto fazia esforços para conseguir recursos, a rede aumentava. Continue lendo “PEDÁGIO, quem vai ganhar é você”