Enchente exige solução

Editado em 08 de março de 1970

Segunda feira, dia 23 de fevereiro, o Rio Sapucaí que já ameaçava sair do leito desde algum tempo, ex­travasou-se e as varzeas e a própria cidade de Santa Rita do Sapucaí inundaram-se,

 Histórico: — A cidade de Santa Rita do Sapucaí, colocada às margens do Rio Sapucaí, sempre foi sujeita à enchentes. Mas, devida a correção do rio na altura de Itajubá, agora está mais su­jeita a esta situação calamitosa.

Desta vez além das pesadas chuvas, existiu também a abertura da Reprêsa e Bicas, o que ajudou a aumentar ainda mais o volume das águas do manso Sapucaí.

Situação Atual: — Santa Rita do Sapucaí ficou com água em 40 por cento de suas casas. A situação foi desastrosa para o povo mais humilde, que vive na parte mais baixa da cidade. As medidas para re­mediar o mal foram tomadas, como por exemplo: mudança das famílias flageladas pela enchente para o Grupo Escolar local e respectiva alimentação e va­cinação.

Solução: — A culpa dessas enchentes perió­dicas cabe as autoridades responsáveis que tinham, já que retificaram o rio em Itajubá, que continuar re­tificando no resto do curso, pois, se minorou o pro­blema em Itajubá, o agravou em Santa Rita.

O Jornal “O Correio” sente a obrigação de con­clamar ao povo de Santa Rita a organizar uma lista direta a S. Exa, o Presidente da República, concla­mando o Presidente já que ninguém quer tomar a responsabilidade das coisas, a fazer uma intervenção na zona e continuar o serviço que começara a ser feito em Itajubá.

ATENÇÃO — Colabore com o bicho (novos alunos da Eletrônica), pois ele pedirá suei as­sinatura para a lista a ser remetida para o Presidente.

Para o Ano/Não teremos mais enchente.

A cidade precisa, da sua assinatura, meu irmão na Campanha da Retificação!

PONTE MATA UM

No dia 23 além dos prejuízos materiais havido em Santa Rita do Sapucaí, também tivemos que la­mentar a perda de uma vida preciosa.

Um caminhão que.se dirigia de Pouso Alegre a Itajubá, ao passar pela ponte de Rennó que estava coberta pelas águas, perdeu a direção e precipitou-se fora da estrada caindo na corredeira, o motorista não podendo sair da cabina morreu afogado. O acidente ocorreu a noite e não foi possível ajudar o chofer vitimado.

O falecido era de Formiga, para onde foi transladado o corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *